terça-feira, 24 de maio de 2011

Metade dos usuários do Facebook falam palavrão em seus murais.





Empresa de análises avisa: evite este hábito linguístico, já que empregadores estão cada vez mais de olho em perfis sociais de candidatos.

Uma análise feita pelo serviço de monitoramento de redes sociais Reppler aponta que 47% dos usuários do Facebook escrevem palavrões em seus murais. Destes, 80% também trazem palavrões postados por seus amigos. Os palavrões mais ditos no Facebook são "f*ck", "sh*t" e "b*tch", respectivamente.


A Reppler escaneou cerca de 30.000 perfis da rede social, e afirma que 56% de todos os palavrões encontrados estão nos comentários das publicações. Sendo assim, quando os usuários postam palavrões em comentários, é duas vezes mais provável que postem como comentário no perfil de seus amigos, e não no próprio perfil. Se for no próprio, é duas vezes mais provável que postem em forma de publicação.



Reppler é o nome de uma ferramenta criada nos Estados Unidos por Vlad Gorelik, e visa manter a reputação dos usuários da rede social a partir da manutenção do conteúdo, privacidade e segurança dos perfis. Com os resultados da pesquisa, a Reppler alerta que este hábito linguístico deve ser evitado na rede, já que, cada vez mais, empregadores vêm verificando o perfil dos candidatos a vagas nas companhias.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial